Notícias do Guia de Aracaju,

HomeNotícias › Notícia completa
Forró Caju 2011 supera todas as expectativas 30/06/2011 às 20:55


Ampliar imagem

O que se destacou sob as 628 mil bandeirinhas que enfeitavam a praça Hilton Lopes foi muito arrasta pé, entusiasmo e diversão, acompanhados de segurança, organização e geração de renda

Os números provam que é de Aracaju o melhor São João do país. Os 12 dias de festa, com 133 atrações, totalizaram cerca de 130 horas de música na 18ª edição do Forró Caju. Confirmando o sucesso do evento, mais de um milhão de pessoas passaram pela área dos Mercados Municipais. Em cada uma das noites, uma média de 100 mil pessoas, com picos de 150 mil nas datas mais concorridas, apreciaram no arraial as tradicionais quadrilhas e trios pé de serra, conferiram dezenas de artistas locais que se apresentaram no palco Gerson Filho e curtiram as grandes atrações que subiram ao palco Luiz Gonzaga.

No balanço do evento, realizado de 17 a 29 deste mês, o que se destacou sob as 628 mil bandeirinhas que enfeitavam a praça Hilton Lopes foi muito arrasta pé, entusiasmo e diversão, acompanhados de segurança, organização e geração de renda. Sergipanos, turistas e os mais diversos meios de comunicação definiram o Forró Caju 2011 como um grande sucesso, que se consolidou como a melhor festa junina de todo o Brasil.

Um dos grandes destaques dessa edição foi o incentivo da Prefeitura Municipal de Aracaju (PMA) à cultura local. Cerca de 88% das atrações que se apresentaram nos palcos alternativo e principal foram sergipanas. Os filhos da terra mostraram o porquê de Sergipe ser aclamado como o ‘país' do forró.

Montado na Passarela das Flores, localizada no mercado Thales Ferraz, o Arraial foi outro espaço de valorização da cultura nordestina. Ali se apresentaram tanto quadrilhas, quanto diversos trios pé-de-serra. Só para as 18 quadrilhas aracajuanas que participaram do Forró Caju a Prefeitura destinou um suporte financeiro que totalizou R$ 80 mil.

Estrutura e serviços

Crianças marcaram presença, atestando a segurança e tranquilidade do evento Graças ao patrocínio do Banese, Governo do Estado de Sergipe, Ambev/Skol e o apoio de empresas como GBarbosa e Petrobras, a administração municipal entrou somente com cerca de 30% dos gastos para a realização do evento. Em função de todo esse suporte, foi possível investir em uma estrutura que garantisse a segurança e o conforto dos forrozeiros que estiveram na praça Hilton Lopes durante os 12 dias arrasta-pé. Aproximadamente 180 toneladas de equipamentos de som, com 150 mil watts de potência, junto com um sistema de iluminação de última geração e grandes nomes da música, resultaram, todos os dias, em grandes espetáculos.

Três entradas, cerca disciplinadora, três palcos, arraial, 13 camarins, 12 camarotes, incluindo o Camarote da Acessibilidade, destinado a pessoas com dificuldade de locomoção, e praça de alimentação com bares e restaurantes fizeram a composição do espaço que todas as noites recebia uma multidão de apaixonados pelo ritmo mais tradicional do nordeste. Banheiros químicos, limpeza, mini-hospital, atendimento de urgência e emergência (Samu 192), combate ao trabalho infantil e ao abuso e exploração sexual, organização do trânsito e fiscalização de venda de alimentos e bebidas funcionaram conforme a expectativa, sendo apontados como pontos positivos.

Em função do crescimento da festa, uma das prioridades mais observadas pela organização do Forró Caju este ano foi a segurança dos que passaram pelo local. Equipes das Polícias Militar e Civil, do Corpo de Bombeiros, do Serviço Médico de Urgência (Samu) , além de agentes de limpeza da Empresa Municipal de Serviços Urbanos, Conselho Tutelar, Vigilância Sanitária e Defesa Civil estiveram de prontidão durante todas as noites e foram responsáveis por, do início a conclusão do evento, garantir que ocorrências sérias fossem reduzidas ao máximo.

Economia

Outro destaque do melhor São João do Brasil foi a grande movimentação da economia sergipana. Vendedores ambulantes, donos de pousadas e hotéis, assim como também flanelinhas, donos de bares e restaurantes, músicos e equipe técnica, aproveitaram o Forró Caju para garantir uma renda extra. Estima-se que mais de 2.000 empregos temporários tenham sido ocupados durante os festejos.

Apesar de movimentar toda a cadeia produtiva, a realização do festejo na capital sergipana, como todos os anos, atendeu de forma especial às empresas que trabalham diretamente com a atividade turística. Segundo o Sindicato dos Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares do Estado de Sergipe, por exemplo, durante vários dos dias que compreenderam os festejos juninos, os hotéis da capital estiveram com lotação máxima.

Turismo

fotoPor noite, cerca de seis mil turistas se uniram aos forrozeiros de casa festejando na área dos mercados. Esses visitantes, que vieram de todo o Brasil - e inclusive de outros países - receberam uma recepção especial no mês das festas juninas. A Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Esporte (Funcaju) em parceria com a Secretaria de Estado de Turismo (Setur) levou um trio pé de serra aos desembarques do Aeroporto Santa Maria e do Terminal Rodoviário José Rollemberg Leite. Aos turistas era também distribuído um folder com dicas de todos os eventos realizados na capital. A prefeitura apoiou ainda a realização dos passeios do Barco do Forró, uma grande novidade do turismo sergipano.

A tradicional Marinete do Forró, circulou pelos principais pontos turísticos de Aracaju levando os visitantes para conhecer grande parte das atrações que a cidade possui. Este ano um novo passeio foi incluído aos roteiros da Marinete. Além do Centro Histórico, nos domingos e feriados as visitas da jardineira voltaram-se ao litoral sul da capital . O veículo, decorado com motivos juninos chegou a ser assunto no Fantástico, da Rede Globo, através de um link ao vivo realizado pelo jornalista Maurício Kubrusly.

As baianas Marinalva Daltro e Rita Emília Pinheiro, duas ‘estreantes' no Forró Caju, só tiveram elogios para o evento e também para a cidade. "Aracaju é uma cidade linda. A receptividade do povo é também muito bonito de se ver. Sem contar com a culinária, que é riquíssima, uma vez envolve tanto as receitas de praia quanto as receitas típicas do sertão", elogiou Marinalva. "É impressionante também que uma festa tão grande como essa seja tão bem organizada. A ornamentação é divina, as atrações são ótimas e o povo é muito animado. Motivos para voltar não faltam", anuncia Rita.

Repercussão

E não faltaram inserções do Forró Caju na mídia. Além de ser assunto constante dos canais de rádio e TV, portais de notícias e jornais sergipanos, a festa deste ano foi pauta de produções de circulação nacional como nunca antes. Entre os dias 21 e 26 de junho, as imagens da festa e da cidade foram divulgadas nacionalmente em vários momentos na programação da Rede Globo e da Rede Record. Programas de grande repercussão como o São João do Nordeste, o Jornal da Globo e o Fantástico transmitiram um pouco do que acontecia no evento. A revista internacional JTI Milênio, o BrasilTuris Jornal, e a revista Contigo foram algumas das publicações a validar o grande arraial aracajuano como destino a ser visitado.

Para o prefeito Edvaldo Nogueira, um dos grandes reflexos da grandiosidade do Forró Caju, que este ano conta com mais de 130 atrações, foi justamente a cobertura feita por grandes veículos nacionais. "Foram noites de tranquilidade, alegria, paz, além de muita projeção para a nossa cidade. Este foi o ano em que o Forró Caju teve maior veiculação na mídia nacional, com equipes de televisão, rádio, jornais impressos e portais de todo o país, e isso mostra como essa festa maravilhosa tem crescido", analisa o prefeito de Aracaju.

Sucesso

Segundo Waldoílson Leite, presidente da Funcaju, a 18 edição do evento foi um grande sucesso. "O Forró Caju foi parte de um grande projeto de divulgação do estado e de Aracaju enquanto destinos turísticos. Graças a esse trabalho o número de turistas na cidade e a sua participação no evento foi algo impressionante", conta. "Sergipanos e visitantes compartilharam uma festa, que além da diversão já esperada, foi marcada por uma segurança de alto nível e uma organização exemplar. Além de atingir, o Forró Caju superou todas as expectativas", afirma.

"O público pôde aproveitar uma festa de qualidade superior, onde os shows aconteceram com fluidez, pequenos problemas foram logo solucionados e os mais sérios simplesmente não existiram. É por tudo isso que a Prefeitura de Aracaju e todos os órgãos e empresas envolvidas com o evento estão de parabéns", elogiou Waldoílson. "O Forró Caju hoje faz parte do calendário junino brasileiro. Ele já é uma festa consolidada, que promove o lazer, movimenta a cadeia produtiva, desenvolvendo a economia e estimulando o turismo. Além de tudo isso ele ajuda a manter vivas as nossas tradições e a cultural regional", conclui.

 

Fonte. Por Iuri Max
www.aracaju.se.gov.br

 

 

Seja um de nossos anunciantes e Parceiros em Aracaju.

Estamos já iniciando novas e importantes parcerias com Hoteis de Aracaju e empresas.